Vou receber o valor do meu salário quando me aposentar?

Ao se aproximar do período próximo à aposentadoria, muitos segurados se perguntam: Qual será o valor que vou receber quando concretizar a tão desejada aposentadoria? Ela será o valor do último salário? Ou será dos últimos 36 meses?

A resposta para essas perguntas é que não serão a do último salário nem a média dos últimos 36 meses; o valor da aposentadoria será calculado pela média, porém de um período maior. Vamos descobrir como é feito o cálculo, mas antes disso precisamos esclarecer alguns pontos chaves.

O cálculo da média dos 36 meses era realizado até 1999, sendo que há muito tempo não é mais feito dessa forma apesar de muitos acreditarem que assim ainda seja, portanto não adianta muito aumentar o valor da contribuição previdenciária nos últimos 3 anos.



Mas então como é calculado o valor da aposentadoria?

Para se verificar o valor que irá receber no momento da aposentadoria é necessário se calcular a média aritmética de todas as contribuições realizadas desde julho de 1994, devendo essas contribuições serem atualizadas pelo IGPM até a data do pedido da aposentadoria, portanto nessa média teremos períodos com as contribuições maiores e menores, sendo que 20% das menores serão descartadas.

Sobre essa média, caso o segurado não tenha preenchido a pontuação correspondente ao ano de implementação dos requisitos, que vão de 85/90 (mulher) e 95/100 (homem), terá a aplicação do fator previdenciário, que por sua vez reduz ainda mais o valor final.



Vou receber o mesmo valor do meu salário quando for me aposentar?

Quanto à possibilidade de receber o valor do último salário, somente é possível para os casos dos trabalhadores que, durante todo o seu período de trabalho, mantém a mesma média salarial, sendo que são poucos os casos, pois dificilmente se consegue ter, durante 30 a 35 anos de contribuição, uma situação financeira estável, até porque a nossa economia assim não permite.


Portanto, você deverá realizar o cálculo para verificar a sua média salarial e pode ter certeza que a tendência é que ela será mais baixa do que atualmente você vem recebendo, sendo inclusive necessário termos outras formas para nos prepararmos para o grande momento da nossa aposentadoria.


Infelizmente a resposta para a pergunta inicial não é das melhores, porém devemos ter plena consciência de como é feito o cálculo e de como podemos e devemos nos preparar para o momento da velhice, período esse em que mais precisaremos de todo o amparo financeiro necessário para uma vida digna.



Clique aqui e veja quais são os documentos necessários para realizar o cálculo da média





Dra. Aline Danelon, sócia da Danelon & Mendes Sociedade de Advogados

Danelon & Mendes    sociedade de advogados

Camaquã

Rua Major Lúcio Meirelles, 30 / Centro 

Fone: (51) 3671-4166

         

WhatsApp: (51) 9958-14888

 

Porto Alegre   

Av. Bento Gonçalves, 1403   sala 809 / Partenon

                                                                                                                             

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

orgulhosamente desenvolvido por PenSite web  (51)9.9904-0764             www.pensiteweb.com